Calçados sustentáveis e a falta de tempo

Sim, eu sei que o blog está largado às traças há alguns dias. Mas a falta de tempo me consome. Estou envolvido em vários projetos ao mesmo tempo e acabei deixando esse aqui de lado. Mas, logo que possível, retomo as postagens mais constantes. #semdramanemchororô

Hoje quero falar sobre calçados sustentáveis e veganos. Sabia que eles existiam, mas nunca tinha visto divulgação alguma. Ontem recebi dois releases sobre produtos do tipo e decidi falar por aqui.

O primeiro, é o Ahimsa, que se diz vegano. Essa é uma empresa de calçados com modelos exclusivos para homens e mulheres. Todos os produtos não possuem insumos animais em sua confecção e são considerados conscientes. Todo o processo de produção é pensado para se poluir o menos possível dentro das realidades enfrentadas hoje.

Esse é um dos modelos, o feminino:

sider-feminino-azulDurante o processo de produção, por exemplo, a empresa só utiliza colas à base de água, que não poluem e não fazem mal a saúde. Ao se tratar de matéria-prima, são utilizados somente itens de origem natural (algodão e borracha) ou materiais reaproveitados – algodão reciclado, fios de garrafa pet e borracha reciclada.

Outro modelo que fiquei conhecendo através de release, foi o Vert, uma marca de tênis sustentáveis, sucesso na Europa, que chega ao Brasil em novembro com o nome Veja.

A marca surgiu depois que François-Ghislain Morillion e Sébastien Kopp largaram seus empregos na área administrativa e partiram para uma viagem que durou um ano, buscando aprender como projetos sustentáveis poderiam impactar o mundo. Lojas em São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas e Recife comercializarão a marca, que deve expandir seus pontos de venda e sua coleção no Brasil até o primeiro semestre de 2014.

Esse tem modelos mais urbanos:

vertDesculpem o tamanho da imagem. Mas é o que temos pra hoje, com a falta de tempo. O melhor de tudo é a história da marca. Portanto, senta que lá vem a história (lembram?):

Após a viagem, em 2005, os amigos resolveram criar a Vert (verde em francês). Hoje, ela é uma equipe multi-cultural espalhada entre Paris, Londres, Berlin, Milão, Rio Branco, Fortaleza, Novo Hamburgo, Rio de Janeiro e São Paulo.

Uma curiosidade é que os calçados tem fabricação 100% brasileira desde o início da marca. Segundo os sócios, o Brasil ofereceu uma base para produção dos tênis por conta do lado social e ecológico e, por isso toda a matéria prima é cultivada no país.

O algodão utilizado nos tênis é cultivado, sem insumo químico, por associações de agricultores. São aproximadamente 700 famílias que seguem o princípio da agroecologia, um modelo agrário de desenvolvimento sustentável.

Os agricultores fazem parte de associações e cooperativas apoiadas pelos Projeto Dom Helder, Embrapa Algodão e Esplar (Escritório de Planejamento e Assessoria Rural). Com esse apoio, os agricultores comercializam uma pluma certificada de algodão orgânico para a fabricação dos fios, com os quais é confeccionada a lona utilizada nos tênis, e o fazem diretamente com a VERT, a um preço justo.

A borracha vem da cooperativa Chico Mendes que, em parceria com o WWF e o Governo do Acre, são responsáveis por 40 famílias de seringueiros, que extraem a matéria prima do coração da Floresta Amazônica. Eles também seguem o modelo de comércio justo, por isso os seringueiros possuem sua propriedade e são donos do seu próprio negócio.

O couro utilizado no produto também passa por um processo diferente: ao invés de ser tratado com cromo, o couro é curtido com extratos de acácia, um tanino natural e não poluente.

Design diferenciado, sustentabilidade e o mundo da moda deram forma a um tênis atemporal, confortável e uma peça coringa em qualquer produção. Muitos modelos foram inspirados no lifestyle parisiense e na cultura urbana. Já o nome das coleções são homenagens às comunidades rurais, como o Esplar, nome dado à cooperativa do algodão, e Tauá, a cooperativa de seringueiros.

Bacana a ideia, né? Em tempos de repensar a moda, a sustentabilidade é uma boa saída.

Bom fim de semana!

Douglas

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s