Vai com o rebanho?

sheepsAs manifestações que estão ocorrendo no Brasil são lindas. Ver as pessoas tomando as ruas e exigindo seus direitos, é fantástico. Tirando aqueles que perderam a razão ao apelar para a violência e o vandalismo, outros estão de parabéns.

Mas esse fim de semana, ao ver uma manifestação que ocorreu em minha cidade, e na semana passada, ao presenciar o fim de outra, em São Paulo, comecei a refletir. Muitos transformaram os protestos em eventos sociais. Sim, tem quem realmente saiba qual causa está defendendo e realmente tenha uma opinião formada. Mas muitos estão mais preocupados em tirar uma foto do look do dia e ganhar mais likes com a tag #vemprarua.

Virou modismo. Fazer um cartaz bacana, que pode render uma foto viral no Facebook, ou parar uma estrada se tornaram quase a mesma coisa que ir ao cinema assistir o filme que causa burburinho no momento. Moda, moda, moda. A maldita moda. Entre meus pensamentos acabei lembrando do fenômeno sheeple, união das palavras sheep (ovelha) + people (pessoas). Ou seja, as pessoas se tornaram rebanhos com líderes.

Olha a definição da revista:

Sheeple, do inglês Sheep (ovelha) + People (Pessoas), é um termo pejorativo o qual atribui o comportamento de um rebanho de ovelhas de seguirem umas as outras ao fato de que as pessoas acreditam no que é dito sem uma pesquisa prévia sobre o assunto, o conceito de uma pessoa simplesmente seguir ordens de uma pessoa que parece confiável ou uma autoridade, o termo sheeple é constantemente utilizado nos cenários políticos e religiosos.

Segundo uma pesquisa divulgada pela revista Natural News, 95% das pessoas são sheeple. Seguem seu líder, abdicam de suas ideias e vão na onda do modismo. Perceberam como isso é comum na internet? Acompanhe alguns blogs. Muitos surgiram no boom da moda, fizeram algum barulho, e morreram. Olhe para o “Instafitness”. Quantas pessoas adotaram hábitos de vida mais saudáveis para se adequar às divas fitness?

Não que o sheeple seja algo negativo. Não julgo isso. Acredito que cada um saiba o que é melhor para si. No entanto, cabe a reflexão. Você realmente sabe o que quer dizer a foto que está compartilhando no Facebook? O escrito no cartaz que você leva para a manifestação condiz com a sua postura? A roupa que você veste tem a ver com sua personalidade?

Personalidade, aliás, é a palavra de ordem. Não a deixe de lado. Não vire uma ovelha besta. Só entre no rebanho que lhe disser alguma coisa de verdade. Senão, não tem cartaz em manifestação que faça sentido.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s