Eu vou de camiseta – by Gabriela de Oliveira

Há um tempo atrás eu falei aqui no blog sobre a paixão que eu vivia por camisetas. Pois ela não mudou. Continuo amando essas peças, que são versáteis, fáceis de vestir e combinam com vários estilos – e salvam qualquer criatura desses calores infernais que começam a fazer no Brasil.

Além de modelos básicos, só de uma cor, que dá pra jogar com maxi-acessórios e fazer uns baphóns, gosto de estampas divertidas, mas que remetam ao mundo da moda. Hoje recebi uma newsletter da loja virtual The Boutique, com sugestões da marca Get The Look, que achei bem bacanas.

Não, isso não é um post publicitário. Não estou ganhando nenhuma camiseta pra escrever isso. Apenas curti os modelos e decidi dividir com vocês. Também não é uma ‘dica de amiga’. Essas são as minhas preferências:

O sapatinho sexy da Valentino tá fazendo o maior sucesso entre as fashionistas. Não tá ryca pra comprar um? Então use ele na estampa da camiseta (que custa só R$ 110, assim como todas as outras. Não vou ficar repetindo preços, entendidos?).

Desse sapato as Carriemaníacas lembram. É aquele icônico, que ela coloca no closet do apartamento que compra para viver com o Mr. Big, e ele fica lá, e fica, e fica, e fica, até que ela resolve voltar pra buscar o calçado e encontra com o bofe.

Quem não gosta de um sapatinho baixo no verão? Tem coisa mais confortável? Eu tenho um truque, que só quem trabalha comigo sabe: levo um chinelo bonito dentro da bolsa (ou deixo na gaveta da minha mesa do trabalho) e uso enquanto estou na redação. Daí só sofro no salto quando estou na rua. Me sinto uma vitoriosa contando isso. Hahaha…

Essa estampa gerou polêmica entre um pessoal aqui da revista que pedi a opinião. É cada vez mais comum vermos camisetas com marcas. Essa da Chanel é só um exemplo. Vi Yves Saint Laurent, Dolce & Gabbana, Gucci, e por ai vai. Mas acho que a Chanel é a preferida.

Não sei como funciona a legislação quanto ao uso de logomarcas por outras empresas. Mas eu acho um absurdo. Por que, ao invés de criar estampas bacanas e criativas, algumas marcas simplesmente copiam o símbolo de grifes famosas?

Teve gente que defendeu, alegando que isso é um jeito de brincar com objetos de desejo. Na minha opinião, e de mais algumas pessoas que conversei, é de que não há porque copiar e usar algo que não lhe pertence é, além de uma baita falta de criatividade, uma enganação.

Por que enganação? Porque você vai estar usando uma roupa com uma marca que não pertence a quem produziu, com uma qualidade muitas vezes abaixo da produzida por aquela grife. Ou seja, é uma falsificação. Quase a mesma coisa que os camelôs vendem. Fui bondosa usando “quase”.

E ai, pode isso, produção?

Beijos,

Gabi

Um comentário sobre “Eu vou de camiseta – by Gabriela de Oliveira

  1. Oi, também sou apaixonada por camisetas, tanto que me rendeu um belo trabalho de conclusão “Camisetas como meio de comunicação dos jovens”, o trabalho ficou bacana e o resultado também (a nota foi 10)! Bjos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s