MDF ou MDP? by Dênis Conte

Os objetos fabricados com painéis de MDF e MDP estão cada vez mais populares e são muito utilizados pelo setor moveleiro e da construção civil, eles entraram no mercado mobiliário para substituir os aglomerados de baixa qualidade e as madeiras maciças.

A diferença entre MDP e MDF está nos detalhes, quem pensa em economizar, deve optar pelo MDP, já quem preza beleza e durabilidade, encontra no MDF a melhor solução.  MDF e MDP têm suas particularidades, enquanto o MDF é constituído de fibras aglutinadas de madeira, o MDP é feito com partículas pequenas de madeira nas extremidades e delgadas no meio da chapa. Dessa forma, o MDP utiliza menos matéria-prima para a produção, o que o torna um produto mais barato, em termos de valores, o MDF pode custar 30% a mais que o MDP, porém é mais resistente. Mas não é apenas isso, possuem diferenças significativas na qualidade, durabilidade, aplicação e recomendações de uso entre os materiais.

MDF, a sigla significa Medium Density Fiberboard (chapa de fibra de madeira de média densidade). Esse material é o que mais se assemelha à madeira no que diz respeito às possibilidades de manuseio. Os painéis são superfícies grandes perfeitamente homogêneas e sem orientação de fibras, possibilitando que cortes sejam realizados em qualquer sentido. A sua superfície também é lisa e homogênea ao toque.

Comparado ao MDP, é mais fácil de manusear, pois possui propriedades mecânicas superiores, resistindo melhor à abrasão e à umidade. As camadas superficiais têm alta densidade, o que assegura um acabamento mais uniforme nos processos de impressão, pintura, usinagem e revestimentos. Essa versatilidade faz com que o MDF seja sempre o predileto nos projetos arquitetônicos e de design.

O MDF pode receber impressão a laser imitando diferentes tipos de madeira. Os móveis feitos com esse material podem ter ainda acabamentos feitos com painéis de tauari (madeira nativa direcionada para o setor moveleiro), laca, fórmica e vítreo (acabamento em verniz acrílico transparente, no qual o padrão ou cor é realçado por um efeito único de profundidade e transparência).

MDP é a abreviação para Medium Density Particleboard (painel de partículas de madeira de média densidade). É o material mais utilizado no mundo todo pelo setor moveleiro. Isso porque sua produção utiliza menos matéria-prima, o que resulta, de certa forma, em custo-benefício melhor, se comparado ao MDF.

Sua utilização é limitada à criação de móveis e portas com linhas retas, formas orgânicas e que não exijam usinagem em baixo-relevo, entalhes e cantos arredondados. Suas principais aplicações são para portas retas, laterais de móveis, prateleiras, divisórias, tampos retos, bases superiores e inferiores, frentes e laterais de gavetas.

A durabilidade de ambos é muito semelhante a da madeira natural, é preciso apenas protegê-los da umidade, pois a resistência à água é limitada. A limpeza dos painéis de madeira deve ser efetuada com pano limpo e macio, isento de impurezas, seco ou levemente umedecido com água e sabão neutro, bem torcido até que não saiam gotas de água. Não devem ser utilizados abrasivos como palha de aço e objetos cortantes. Para remoção de manchas, utilizar pano levemente umedecido com solução de álcool e água em partes iguais.

Beijos,

Dênis

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s