Consumo consciente e com qualidade

Uma das entrevistas mais interessantes que fiz nos últimos tempos foi com a personal Stylist Zoraya Lahude, aqui de Lajeado. No nosso bate-papo, sobre a mulher moderna, ela ressaltou aquelas coisas essenciais que nós recém tínhamos falado aqui no blog na época, sobre a importância de consumir com consciência.

Além de fazer esse trabalho bem forte com as suas clientes, seguidamente ela realizava bazares com roupas de grife. E esse fim de semana, tive a alegria de ver no blog dela o anúncio de que mais um estava por surgir. Fiquei mais feliz ainda ao ver que não será um fato pontual, em um dia, mas vai se estender o tempo que ela tiver peças no acervo. Ou seja, se tudo der certo, teremos sempre.

A Zô explica que esse troca-troca de tendências acaba gerando um monte de entulhos fashion e que nem bem se curtem as novas aquisições, já surgem novas opções nas prateleiras. Nem sempre é necessário comprar coisas novas para renovar o guarda-roupas, né? As vezes o que está dentro dele e não é usado pode compôr um look interessante com outras peças adquiridas e costumizadas. Amei esse conceito!

O bazar inicia dia 28, no período da tarde, de segunda a sexta, exceto nas quintas. A Zô renovará o estoque sempre que receber peças legais. Se alguém precisar de algum horário especial, é só marcar pelo e-mail zolahude@brturbo.com.br.
São roupas de grife, quase novas, com qualidade garantida, pois são selecionadas por elas, por preços super atrativos. Assim que voltar de Porto Alegre, do Donna Fashion Iguatemi, visito a Zô e conto como é o bazar de perto!
Beijos e abraços,
Douglas

2º Trend de Moda: resumão

E rolou nesse sábado a nossa segunda edição do Trend de Moda, promovido por mim, pela Carolina Leipnitz e pela Tatiana Sander. Dessa vez o evento foi tão badalo, gente, que tivemos que fazer uma segunda sessão. Isso ajudou a plateia a ficar mais confortável, sem ficar no aperto e sem sofrer com o calor.

Nessa edição, como já havia comentado aqui, falamos sobre o mercado de trabalho no ramo da moda. As minhas convidadas foram as professoras do curso de Design de Moda da Univates Camila Tietz e Beatriz Rossi, a estilista Laís Horn e a designer de acessórios Flora Darde.

Cada uma das convidadas falou sobre um tema diferente, sendo que um se ligava ao outro. Vamos ver um pouquinho do que cada uma delas falou?

A Camila falou sobre a importância da parte da pesquisa, que, para ela, é uma das partes mais fáceis do processo.

Ela destacou que a pesquisa está sempre muito à frente do que o mercado está vivendo naquele momento. Um dos exemplos usados foi o de que alguns pesquisadores pegam um comportamento que hoje é discreto, mas que em aproximadamente dois anos será massificado.

A Camila ainda destacou a importância desse pesquisador estar antenado com tudo, afinal, ele precisa saber do que se trata cada tendência que ele ditará. Por isso também é necessário o conhecimento acadêmico, pois é só na universidade que a pessoa aprenderá a lidar de verdade com as questões mais técnicas desse meio.

Perguntei para a Camila se ela acreditava que o Brasil tenha uma identidade própria de moda. Essa questão gerou uma discussão mais ampla, que começou pelo fato de o mercado externo, durante muitos anos, enxergar só a parte de moda praia do Brasil e chegamos à forte referência que estamos tendo no exterior com a sustentabilidade ligada à moda, impulsionada por marcas como a Osklen.

A Flora falou sobre a importância da criatividade na vida de quem lida com moda. Uma das coisas que ela ressaltou foi a importância de sempre ter um bloco ou uma agenda consigo para, caso surja alguma ideia de repente, as vezes até no meio da noite, tenha onde anotar.

Ela ainda comentou a importância de sempre renovar o conhecimento. Para isso, ela indicou que a pessoa sempre participe de palestras e eventos de moda, que ampliarão ainda mais a sabedoria fashion e ajudarão na parte da criatividade.

Na hora de pôr em prática, ela costuma pegar a parte da pesquisa, aliar isso a suas melhores ideias e equilibrar com aquilo que sabe ser o perfil de cada tipo de cliente que tem, afinal, ela precisa lidar com diversos tipos de pessoas, cada uma com seu estilo.

A Laís abordou o trabalho personalizado, que hoje em dia, com a onda de slow fashion tomando força, está super em alta. Ela tem um ateliê onde a cliente pode levar sua roupa, ou comprar uma nova, e personalizar da maneira que quiser.

Para ela, é necessário que as pessoas saibam diferenciar o personalizado do exclusivo. Hoje em dia, exclusivo é apenas o trabalho feito pela alta costura. A personalização é uma maneira de pegar a moda que já está pronta e usá-la de maneira que se adapte a sí.

Na opinião da Laís, e de todas as outras participantes, isso se deve ao fato de a onda de fast fashion ter assolado de uma maneira tão intensa a sociedade, que hoje as pessoas preferem se recolher um pouco mais, insclusive no quesito roupas. Essa é uma maneira de voltarmos às origens, quando a roupa era feita por costureiras e alfaiates para o cliente específico.

Para encerrar, a Bea falou sobre o como o marketing lida com esse mercado moderno. Afinal, como ela diz, acima de tudo, para que a moda se mantenha, ela precisa ser vendida.

Hoje em dia, com a ascenção da classe C, que se tornou o principal público consumidor de roupas, há uma exigência maior por qualidade de roupas e de atendimento, e isso exige mais de quem oferece os produtos. Por isso a preocupação das lojas de serem bonitas, cheirarem bem e exigirem cada vez mais conhecimento de seus vendedores.

A Bea ainda voltou ao assunto da fast fashion. Esse tipo de comércio soube aproveitar bem a nova grande fatia do mercado e criou objetos de desejo que antes não eram possíveis de serem acessados por eles. Muitas vezes a roupa que recém foi apresentada na passarela chega antes à arara de marcas do ramo de consumo rápido do que a de quem criou realmente aquele conceito.

Bea ainda deixou uma dica para quem quer conhecer mais sobre esse público que domina o mercado hoje em dia. Na novela Avenida Brasil (21h – Rede Globo), a classe C será abordada e apresentada, graças a sua ascenção.

Essa segunda edição do Trend atendeu às nossas expectativas. Imaginávamos uma edição mais tranquila e intimista, mesmo sabendo que veríamos vários rostinhos novos na plateia, e foi bem isso que ocorreu. Ficamos bem satisfeitos.

Espero que o público tenha tido a mesma sensação que nós e volte nas próximas edições, que faremos de tudo para aprimorar cada vez mais.

Mais uma vez: obrigado à nossas convidadas e ao público que nos prestigiou. Fazemos o melhor sempre!

Beijos e abraços,

Douglas

FOTOS: Carolina Leipnitz

Editorial: Inspirada na Terra

Os tons terrosos estão super em alta nesse inverno. Basta ver as melhores revistas de moda do país para perceber isso. Baseados nisso criamos o editorial Inspirada na Terra, que usa justamente essa cartela de cores. Do natural ainda vieram as animal prints. Nessa parte, mesclamos onça e cobra.

Um contraponto interessante foi criado no uso dos acessórios, quase todos em tons mais frio, como o azul, preto e prata. No mesmo clima dos terrosos, tons quentes como vermelho, laranja e dourado foram usados.

A modelo é a Tatiana Sander. O styling é meu (Douglas Petry) e da Flora Darde. As fotos são da Carolina Leipnitz, as roupas Maria’s Flor e acessórios Flora Darde.

Inspiradas para o inverno terroso?

Beijos e abraços,

Douglas

Vem aí: Donna Fashion Iguatemi

Uma das coisas que quem trabalha com moda mais faz é assistir a desfiles. Seja pessoalmente, por vídeo, por fotografias, eles permeiam muito a nossa rotina. Foi o nosso caso nas semanas de moda nacionais, foi o caso da Gabi em Milão e Paris, e será o meu caso na semana que vem, a partir da quarta-feira, no Donna Fashion Iguatemi.

O evento, que é realizado pelo grupo RBS, em parceria com o shopping Iugatemi, pretende valorizar a moda aqui do sul e apresentá-la de uma maneira que os outros estados não fazem, afinal, o clima de lá nem se compara com o de cá.

Enfim, de 28 de março a 1º de abril o It estará batendo ponto todas as noites no quinto andar do shopping Iguatemi para acompanhar os desfiles mais bombásticos, que terão vários famosos e muitos baphos invernais.

O tema desta edição, que é a 15ª, é “Entenda a moda, entenda o mundo”, que inspira uma reflexão entre os estilos de vida, mudanças, movimento, muito além de regras e modismos. Um debate sobre a riqueza e diversidade que ocorre em diversos cantos do mundo, destacando o evento neste universo fashion.

Entre os tops desfiles estão Colcci, Cavalera, Tufi Duek (que contará com a presença do estilista Eduardo Pombal), Forum e, o mais esperado por mim (pra rever), Gloria Coelho. A curadoria fica por conta da Mariana Kalil, editora do caderno Donna.

Confira abaixo o line up completo do evento. E durante os dias de desfile passarei por aqui pra dar uma comentadinha no que há de mais interessante.

Mais alguém aí vai para fazermos uns badalos juntos pelo lounge? Hehehe…

Beijos e abraços,

Douglas

Criatividade e talento reconhecidos

Uma amiga querida do It,  a Kátia Eckert (dona do Lajeado Street Style), hoje mandou uma mensagem no Face que me deixou mega feliz. Ela foi selecionada em um concurso para desenhar o traje de passeio das soberanas da cidade de Encantado.

Por que tanta empolgação? Uma porque ela é um amor de pessoa. E outra porque a Kátia está cursando moda no curso (jovem) de moda da Univates. Ou seja, é um novo talento sendo reconhecido!

A inspiração dela para o trabalho foram as divas clássicas e modernas de Hollywood, e a princesa  Aurora da Disney, que ela considera super moderna. E o resultado foi esse:

Lindo, né?

Esse foi o primeiro trabalho como estilista que a Kátia fez que não fosse uma criação para sí mesma. Um bom começo, né? Ah, e ela competiu com várias meninas de várias cidades da região.

Essas nossas amigas loosho, que nos matam de orgulho!

Ah, aproveita e acessa o LSS. Ela faz um trabalho bacana buscando os melhores looks da cidade pra mostrar por lá.

Beijos e abraços,

Douglas

Save the date: segundo Trend de Moda

Parece que foi ontem, mas já faz um mês que rolou nosso primeiro Trend de Moda. E para não perdermos o costume, eu, a Carolina Leipnitz, relações públicas do evento, e a Tatiana Sander, publicitária do evento, começamos a organizar a segunda edição logo que terminou a primeira. O motivo? O sucesso e a euforia das pessoas que estavam presentes. Tivemos um retorno excelente das pessoas que participaram e um apoio bem grande para continuarmos.

Por isso, no sábado que vem, dia 24, faremos a segunda edição do nosso Trend de Moda. Dessa vez, debateremos o mercado de trabalho. Como sobreviver a ele? Tem só glamour? O que eu preciso pra me dar bem? Quais as possibilidades que eu tenho? Todas essas respostas serão dadas pelas nossas participantes Beatriz Kintschner Rossi, professora especialista em marketing de moda, Camila Tietz, coordenadora do curso de Design de Moda da Univates, Flora Darde, estilista e designer de jóias, e Laís Horn, estilista e proprietária da grife Lahó.

O time é forte e promete desmistificar alguns mitos da moda, além de mostrar que ‘nem tudo o que reluz é ouro’ e nem todo o profissional que se diz especializado em moda é isso mesmo. Mais uma vez eu que comandarei o papo e prometo buscar algumas respostas a dúvidas recorrentes das pessoas de dentro e de fora dessa área.

Quem se interessar em participar, deve entrar na página do evento (clicando aqui), ou mandando e-mail para trenddemoda@gmail.com. Sempre vale lembrar que o evento é uma realização minha, da Tatiana e da Carolina, com o apoio da Livraria e Cafeteria Espazzo, do curso de Design de Moda da Univates, da grife Lahó e da marca Flora Darde Acessórios.

Agora é só esperar mais uns dias para acompanhar tudo o que rolará no segundo Trend de Moda.

Beijos e abraços,

Douglas

SERVIÇO

O que? Segundo Trend de Moda

Onde? Espazzo – Livraria e Cafeteria

Quando? Sábado, dia 24/03

Que horário? 16h

Quanto? Grátis