Inverno 2012 – Balanço do SPFW

Não confirmamos ontem se hoje teria ou não um balanço do São Paulo Fashion Week porque não tínhamos noção de como estaria nosso cansaço (não pensem que é fácil correr aquela Bienal inteira o dia todo, durante uma semana!). Mas como não estou tão cansado e estou escrevendo uma matéria com o balanço pro meu caderno no jornal A Hora do Vale, resolvi falar aqui também. Porque a gente é chique e tem que ficar sabendo das coisas antes, né, benhê?

Selecionei dez propostas apresentadas como as queridinhas das grifes nacionais, mas lembrem que a coisa vai bem além e isso nós vamos tratar aos poucos, porque até começarmos a comprar as roupas de inverno (lá em março), temos muito chão pela frente.

Pra começar, uma tendência que permanece do ano passado para esse. O couro foi apresentado em quase todas as coleções, seja verdadeiro ou falso. Assim como as peles e pelos, que começaram a aparecer com certa timidez no inverno passado e agora vieram com tudo. O que diferencia é que eles aparecem renovados, com cores e texturas diferentes. Falando em pele, inteligentissímo o trabalho da Gloria Coelho usando pele de boi, né? (Não venham criticar, porque quase todo mundo come carne e a pele acaba indo fora!)

A maior novidade da temporada são os metalizados, que aparecem em detalhes (em forma de fios de lurex), ou em peças inteiras. Essa tendência invadiu até as rendas, que vieram com nova cara, em tons de dourado para aguentarem mais uma estação.

Na parte de tecidos, dois detaques que brilham: o veludo molhado e o cetim. Um que seria proposta de dia (veludo) apareceu na noite, e o outro que seria a cara da noite, foi usado para o horário de sol. Para os mais tradicionais, continua o uso da forma clássica. Ninguém sai perdendo.

Nas formas, destaque para o look estilo pijama, super confortável. Essa é uma tendência que apareceu desde o Rio de Janeiro e parece ter conquistado seu espaço. Perfeita para quem gosta de conforto. No comprimento da saia, o midi continua. Cuidado, pois ele é altamente envelhecedor. Talvez você tenha que ter aulas com uma francesa antes de embarcar nessa barca.

Pra garantir o toque de sedução, as transparências permanecem com tudo. Claro que continua a regra: use com bom senso, mostrando apenas uma parte pequena do corpo, e durante a noite. Não faz a loka.

Na parte dos acessórios, além das botas de cano médio, os scarpins e os saltos anabela, os cintos foram muito usados pelas grifes. Isso nos remete a uma tendência antiga, que brasileira adora: cintura marcada. Mas pode usar e abusar, porque é um embelezador da silhueta feminina.

1 - Couro, Ellus / 2 - Metalizado, Tufi Duek / 3 - Veludo, Reinaldo Lourenço / 4 - Pelos e peles, Gloria Coelho / 5 - Rendas, Huis Clos / 6 - Shape pijama, Animale / 7 - Comprimento longuete, Pedro Lourenço / 8 - Cinto, Iódice / 9 - Cetim, FH por Fause Haten / 10 - Transparência, R. Rosner

Por hoje é isso. Agora sim posso afirmar com certeza: não sei que post vai rolar por aqui amanhã. Gente, nossa vida está muito corrida. A Gabriela está no Canadá em Floripa, eu estou tocando dois cadernos ao mesmo tempo, sendo que um ficou atrasado devido a minha ausência por uma semana, a Gabi tem que terminar a coleção dela pra uma loja da Argentina e tocar a revista (ela é editora de moda da DUO Magazine), eu tenho viagem agendada pra Floripa, São Paulo e um casamento pra ir, além de estar programando um eventinho de moda pra fevereiro. É muita correria pra duas pessoas! Mas prometemos não abandonar vocês, tá bom?

Beijos e abraços,

Douglas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s