INVERNO 2012: Fashion Rio, dia 4

O penúltimo dia de Fashion Rio foi um dos mais bombantes da temporada. Dois desfiles ótimos, um abrindo – Walter Rodrigues -, e um fechando a noite de desfiles – Printing -, além da única marca inteiramente dedicada aos meninos, a R. Groove. Pra completar, Ágatha e Filhas de Gaia também mostraram suas propostas para o inverno.

Walter Rodrigues fez um desfile que começou com looks inteiros pretos, que depois se misturavam com off-white e para finalizar, estampas coloridades em vermelho e azul pontuaram a coleção.

Inspirado nos personagens do fotógrafo alemão August Sander e no filme “The White Ribbon”, de Michael Haneke, principalmente na rigidez e formalidade dessas imagens. As formas, sempre soltas, eram austeras, principalmente nas saias longas e nos vestidos fechados. Cardigans eram sobrepostos, algumas vezes com jaquetas curtas.

Os materiais iam da seda e crepe ao tricoline e alguns tipos de algodão.

Na sequência, a R. Groove, de Rique Gonçalves, misturou sua alfaiataria com clássicos do esporte e criou uma coleção interessante para os homens. As modelagens eram retas e cleans, com calças secas e de ganchos baixos, paletós ajustados e algumas jaquetas e trench coats confortáveis.

Lãs, tricôs, couros, malhas e sarjas resinadas apareceram em preto, cinza, off-white, turquesa e nude e com uma estamparia diferente, de flocos de neve e ventiladores, que representavam o vendo, outro elemento da estação, segundo Rique.

A Ágatha usou muito veludo, lurex e glitter na coleção. O primeiro, aliás, algumas vezes foi usado em forma de tricô. A estilista Ceiça Gioelli explorou o universo do olhar, tanto o interno quanto o externo, e criou peças fluidas, de alafaiataria e cheias de volumes. As cores escolhidas foram cinza, preto, branco, amarelo e vermelho.

Renata Salles e Marcela Calmon fizeram a coleção da Filhas de Gaia com forma cleans, geométricas e com silhueta alongada. Apareceram saias com recorte de sereia, momentos de assimetria, recortes e fendas.

Inspiradas num encontro entre África e Japão e no Afro Samurai, mangás de Takashi Okasaki, a cartela de cores escolhida era composta de preto, roxo, amarelo, verde pistache, branco e coral, em materiais como a georgette de seda oura, a seda e o crepe.

Para encerrar a noite, Márcia Queiroz levou um inverno com inspiração retrô para a passarela da Printing. Com a cartela de cores composta por tons de laranja, preto, verde, azul e vinho e formas definidas, retas e racionalistas, a coleção foi uma das que mais desejamos na noite, principalmente pelo mix de estampas que apareceu na maioria dos looks e dos bordados super bem feitos.

Os materiais escolhidos foram a lã prensada com renda (mais linda impossível), astrakan, organza de seda bordada, cetins, crepes e couro vazado ou bordado. Uma das coleções mais desejáveis do quarto dia de Fashion Rio.


Desculpem pela demora de postar. Mas o dia foi mega corrido ontem e saí do pier correndo pro hotel pra dormir. Hoje prometo que posto tudo sobre o último dia na mesma noite.

Beijos,

Gabi

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s