A sabedoria de Ronaldo Fraga

Acredito que acaso não exista, mas hoje, por esse tal de acaso, assisti a uma palestra do super, mega, ultra, master estilista Ronaldo Fraga em Porto Alegre. E foi justamente no dia em que ele mandou um comunicado para a imprensa anunciando que não faria parte do line up da edição de inverno 2012 do São Paulo Fashion Week. Coincidência? Não sei, mas de qualquer forma, fiquei sabendo do bapho um pouco antes do resto dos jornalistas (hehehe).

A palestra ministrada por ele era sobre a identidade da moda brasileira, e, convenhamos, ninguém melhor do que um dos estilistas que mais tem identidade própria na hora de criar, né?

Bom, o Ronaldo começou falando que nos anos 80, se começou a discutir a identidade da moda européia, principalmente na Inglaterra, Itália e Paris. E enquanto lá eles já buscavam essa “cara própria” e iniciavam uma industrialização, o Brasil recém descobria o prêt-à-porter. O que aconteceu com isso? O Brasil ficou sem ‘seu jeitinho’ de fazer moda e o pessoal que criava aqui basicamente copiava o que vinha de fora (no livro O Brasil na Moda isso é citado e é uma parte interessante e importante da nossa moda).

Agora, muuuuito tempo depois, os estilistas daqui buscam essa identidade para as criações do Brasil. Ou seja, só agora está havendo uma valorização da moda pensada por aqui e com a cara daqui (ou vocês acham que esse boom de tropicalismo se deve a quê?).

E mesmo hoje em dia, com essa busca tardia, a falta de referência cultural dos brasileiros faz com que muitos procurem referências lá fora. Esse não é o caso do Ronaldo, que em suas 32 coleções foi inspirado por muita coisa boa do Brasil, como os poetas Carlos Drummond de Andrade e Guimarães Rosa, assim como o músico Noel Rosa, que foi inspiração para sua última coleção (verão 2012).

Segundo Ronaldo, hoje a moda não pode mais ser pensada e feita como antigamente. Hoje todo mundo tem acesso às novidades muito rápido e o que vai marcar esse tempo é o olhar individual de cada marca sobre os conceitos que quer passar para os clientes.

Hoje, por exemplo, as roupas para pessoas mais velhas não são vistas com atenção pela indústria. Tanto que na coleção que ele fez inspirada em Drummond, muitas pessoas de mais idade iam até a loja para comprar para suas filhas e netas e acabavam saindo com sacolas e mais sacolas de produtos para si. Esse sucesso inspirou o estilista a criar a coleção Risca de Giz, do inverno de 2009, quando ele levou apenas crianças e velhos para a passarela. O desfile foi um sucesso e emocionou a todos.

Outra característica do trabalho de Ronaldo é a parte manual. Ele tem uma equipe de bordadeiras pernambucanas que começou a criar para ele a duas coleções atrás e hoje já produzem para outros estilistas e criam linhas de cama, mesa e banho, que são vendidas em grandes cidades. Para ele, colocar o trabalho manual é humanizar o processo de criação.

Um dos motivos para o afastamento de Ronaldo da SPFW é o lançamento do livro Caderno de Roupas, Memórias e Croquis, que será uma seleção dos cadernos que ele montava para serviram de inspiração para várias coleções. Junto ao lançamento do livro, ocorrerá sempre uma exposição, apresentando as peças da coleção de inverno.

Para o estilista, hoje não se faz mais moda, o que existem são desejos de consumo do mundo moderno. Para entender esse novo mercado e trabalhar novos conceitos, Ronaldo busca inspiração na alimentação, arquitetura e no design de interiores, e tudo mais que gerar consumo. “O mundo é novo e os produtos estarão calcados no que eles são e não em quanto valem.”

Veja abaixo a carta divulgada pelo estilista explicando o seu afastamento dessa temporada da SPFW.

E assista a alguns dos vídeos que ele apresentou durante a palestra e mostraram porque seu trabalho é um dos melhores do país.

Tem como não admirar pra caramba?

Beijos e abraços,

Douglas

(P.S: clicando no meu nome dá pra ver a foto que eu tirei com ele. Hehehe)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s