O doce nosso de cada dia

No congresso de cosmetologia desse ano foram lançados dois produtos que prometem revolucionar o mundo dos “docemaníacos”.

O spray de Gymnema Sylvestre e as cápsulas de Koubo. Sim, os nomes são estranhos mas sua ação é muito simples: reduzir o desejo da pessoa por doces.

A Gymnema Sylvestre possui, entre outras substâncias, o ácido gymnemico, que é responsável pelas propriedades hipoglicemiantes e anti-diabéticas.

Ela é indicada como nutriente auxiliar para obesos, principalmente os que desenvolveram diabetes tipo II. Melhora a sensibilidade do organismo à insulina e corrige a resistência a ela. Pode reduzir a gordura corporal e a termogênese,  mecanismo auxiliar na perda do peso.

A planta da Gymnema

Além disso, o efeito insulinatrópico da Gymnema pode levar a um efeito redutor de apetite, incluindo a diminuição do desejo por doces.

É produzido em farmácias de manipulação e deve ser ingerido antes das refeições mais calóricas, como o almoço e o jantar. Ao pesquisar, nossa equipe foi informada de que o spray ainda não é encontrado nas farmácias da região, porém, o produto é encontrado em cápsulas, por R$1,28 cada e pode ser comprado sem prescrição médica.

Já o Koubo, uma fruta popular do nordeste, conhecido como “doce do deserto” e utilizado para fazer geléias, descobriu-se que vai muito além dessas funções basicas.

A cápsula de Koubo, produzida por apenas uma empresa do Brasil, tem o extrato balanceado das diversas partes da planta: a flor, a fruta e o caule e só é eficaz se consumido assim, em cápsulas.

O produto possui propriedades importantíssimas no processo de emagrecimento e não pode ser consumido por pessoas diabéticas por ter propriedade hiperglicemiante.

Cápsula de Koubo

Conta ainda com substâncias que moderam o apetite, reduzem medidas, queimam gorduras, reduzem o colesterol, auxiliam na digestão e ajudam no processo antioxidante.

Ainda não é reconhecido pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e necessita de receita médica para ser produzido pelas farmácias de manipulação.

As cápsulas ainda não podem ser encontradas na região por serem produzidas por uma única empresa em todo o Brasil.

Agora, se você não quiser apostar nessas opções, o negócio é manter o controle. Evite o consumo de doces hipercalóricos e não exagere na hora de consumi-los. Esse, com certeza, é o caminho mais fácil e seguro.

TEXTO: Douglas Petry

IMAGENS: Divulgação

Anúncios

Um comentário sobre “O doce nosso de cada dia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s